11

Historeta engracadelha

Posted by Luana on 13:12
Tem duas coisinhas bizarras/engracadas que me aconteceram nas ultimas semanas... Vou contar uma delas hoje...

A Historeta do Gato

Eu moro com a minha mae, mas meu pai vem me visitar no oitavo andar, no ultimo andar de um predio aqui de sMol. Sao 4 apartamentos por andar, com dois elevadores minusculos e escadas mais minusculas ainda. 

Certa manha friorenta fui pegar meu carro e a vizinha do apartamento abaixo do meu veio conversar comigo. Ela sempre eh muito simpatica, entao achei que ela queria falar do frio, da vida, sei la... Mas vejam bem no naipe desse dialogo:

Vizinha - Voce tem um gato, nao tem?

Eu - sim, tenho dois...

Vizinha - voce perdeu um dos seus gatos no ultimos dias?

Eu, por 1 nanosegundo entrei em panico, pensei nos meus gatos, lembrei que havia ACABADO de sair de casa e que os dois estavam no corredor, como sempre fazem, me olhando com carinha de tristeza... Mais ou menos assim:

Imaginem? TODO SANTO dia os dois ficam com essa cara quando eu saio de casa
 
Eu - Nao, nao perdi nenhum dos meus gatos... Acabei de deixa-los em casa... Por que?

Vizinha - Porque um dia desses eu acordei e tinha um gato na minha sala...

QUE? Pera... Comeca do comeco, moca...

Eu - Voce acordou a tinha um gato????? 

Vizinha - Eh... Quando eu fui dormir eu bem que ouvi uns miadinhos, mas como eu nao tenho gatos nao liguei. De manha la estava, um gato na minha sala...

1 - A sala fica longe da porta de entrada, voce precisa passar por um longo corredor pra chegar la...

2 - Voce ouve um gato miar DENTRO da sua casa e vai dormir? 

Eu perguntei:

Eu - Mas o que voce fez com o gato?

Vizinha - Abri a porta e deixei o gato ir embora...

MIGA! Como assim? E se fosse o meu gato? voce teria aberto a porta e foda-se? 

Eu respirei fundo e expliquei que se isso acontecer isso de novo eh pra ela NAO soltar o gato, dar um jeito de tirar uma foto, fazer um anuncio de "perdidos" e anexar pelo predio...

Oremos pra ela ter entendido, ne?

Gatinho perdido... Se voce quiser aparecer na minha sala, sera bem vindo, ta? =D


Links para esta postagem |
15

Minha nao requisitada opiniao sobre a Fosfoetanolamina

Posted by Luana on 16:04


Voces me conhecem, ne? Voces sabem que eu fico quieta no meu canto, respiro fundo, procuro a paz interior, conto ate 10 na lingua do "P" e dai tem aquele momento que eu nao aguento e venho aqui reclamar da vida… Eu tenho tempo pra vir aqui? Nao! Mas nao esta sendo facil…


A historia esta sendo contada assim: um professor do instituto de quimica da USP (USP de Sao Carlos, alias, onde eu fiz minha graduacao e meu primeiro mestrado) desenvolveu uma substancia que cura cancer. Ele tem distribuido essa droga milagrosa de graca e isso so nao teve acesso a populacao porque a industria farmaceutica nao deixa.


Eu fui procurar mais dados sobre isso e eis o meu entendimento sobre o assunto:


O professor da USP desenvolveu esse composto?


NAO! A Fosfoetanolamina nao foi desenvolvida por esse professor. Ela existe na natureza, em tecidos animais (por exemplo na membrana plasmática de células animais). Segundo o Wikipedia ela teria sido sintetizada primeiramente em 1970 por Cherbuliez, mas procurando no Google Scholar (ferramente que retorna producao cientifica publicada) eu achei artigos desde 1936 descrevendo diversas maneiras de sintetizar o composto. Quer saber mais? Nao acredita em mim? Leia aqui 
 

Alem disso, ele nao esta mais ligado a universidade de Sao Paulo, ele eh um professor aposentado e fez essa pesquisa por conta, como esclarece o departamento de quimica da USP (aqui


A industria farmaceutica nao deixa esse composto milagroso ser comercializado?

Nao? Ue, a fosfoetanolamina é produzida em escala industrial pelo laboratório Santa Cruz Biotechnology dos EUA em Dalas, Texas (aqui) . Da pra comprar no site da Sigma-Aldrich (aqui)

Cade a industria impedindo a venda do composto? Nao to vendo, alguem me mostra?


O composto cura cancer?


Perai que eu vou la ter um ataque de nervos e ja volto…


Nao ha evidencia de que cure! Vamos por partes? Cancer eh o nome dado a uma serie de diferentes tipos de anomalias. Tumores desenvolvem-se em todo tipo de lugar do corpo, em todo tipo de tecido, com estrutura biologica diferente, comportam-se de maneira diferente. Tem tumor maligno, tem tumor benigno, tem tumor que se espalha rapido, tem tumor que cresce devagar. 


Ouca um bom conselho, que eu lhe dou de graca (inutil dormir que a doooor nao passaaaaaa). Se tem alguem prometendo curar algo tao abrangente como cancer – DUVIDE. Cientista serio nao fala nem de cura, fala de remissao. Descreve em qual tipo de tumor a droga foi testada, em qual estagio da doenca. 


Mas a tia-do-sobrinho-do-meu-tio tomou a droga e ta curada.


Cara, pera.. Todos os casos que eu vi foram apenas relatos. A mae de fulano que estava de cama e depois de tomar o composto levantou da cama. A outra pessoa que se sente muito melhor. Cade tomografia mostrando que o tumor sumiu? Vao me desculpar, mas a medicina conhece efeito placebo. 


Mas ja foi testada in vivo e funciona!


A substância fosfoetanolamina não tem comprovação de eficácia contra as doenças (cancer, sao muitos tipos de doencas).


Foi testada in vitro – isso quer dizer que alguem usou um bando de celulas, num laboratorio e testou o composto nessas celulas. Matou as celulas cancerigenas? Nao duvido. Sabe o que mais mata celula in vitro? Acido, temperatura, pH… Voce vai tostar um paciente? Vai dar acido pra ele? Nao! Evidencia in vitro nao eh seguranca que voce pode usar isso como droga. 


Foi testada in vivo – Pra ninguem dizer que eu fui ver fontes nao confiaveis. Eu fui ler o artigo do medico que trabalha junto ao o professor aposentado da USP. A fonte eh essa aqui. Estudo "in vivo" quer dizer estudo em cobaias. Esse estudo foi feito em ratos. Notem que o texto nao fala "treat cancer" (tratar cancer) ou "cure cancer" (curar cancer), ele trata de tumores bem especificos (Ehrlich carcinoma). Ratos foram divididos em dois grupos: um recebeu tratamento, outro nao. O grupo que recebeu nao recebeu tratamento nao sobreviveu por mais de 24 dias. O grupo que recebeu o tratamento sobreviveu por mais de 28 dias. Isso porque o estudo so durou 28 dias, entao nada eh dito sobre esses ratos depois disso. Quale gente, porque nao tem dados pra mais dias? 


Em seguida o proprio texto afirma :"In the present study, administration of the PEtn to Ehrlich tumors bearing mice resulted in increased survival time" ("Nesse estudo, o uso de Peth em tumores tipo Ehrlich em ratos resultou em um aumento do tempo de vida desses roedores") – Ceis tao vendo a palavra "Cure" (cura)? Nao! Nao esta falando de cura, os tumores NAO SUMIRAM! E acreditem em mim, se tem uma coisa que cientista/medico nenhum faria eh omitir essa informacao. Se o tumor tivesse sumido o TITULO do artigo deixaria isso bem claro. 


Em sequencia eles mesmos dizem: "The mechanisms involved in this process are poorly understood." – Que quer dizer "a gente nao faz ideia do que esta acontencendo ali" – Voces acham bom um composto cujo efeito nao eh entendido?


Mas os ratos viveram mais com o tratamento!


Aqui entra o meu maior problema com essa historia toda. CADE ESTUDO CLINICO? 


Quando uma nova droga eh testada ela precisa ter bons resultados in vitro, in vivo e clinicamente. Eh por isso que demora tanto pra uma droga ser liberada para uso. 


Querem saber por que?


1 – em 2006 o estudo clinico "Elephant Man", que ja tinha sido testado in vitro e in vivo foi usado em pessoas. Seis homens foram internados as pressas por causa das reacoes e efeitos colaterais. Alguns perderam dedos, outros provavelmente desenvolverao cancer. Leia mais aqui. A empresa farmaceutica que estava envolvida no estudo faliu. 


2 -  Tem esse documentario contando como esse rapaz quase morreu, por causa dos efeitos colaterais de drogas que ele tomou, num estudo clinico (aqui)


3- Tirando o fato obvio de reacoes a curto prazo, existem tambem os problemas relaciondos a problemas a longo prazo. Eh um problema serio pra quem esta morrendo de cancer? Nao exatamente, mas eh um dos motivos para que existam testes clinicos, porque se voce for curado, voce nao quer ter uma doenca pior no futuro. Existem questoes eticas que precisam ser tratadas aqui. 

4 - Eu nem sei se devia contar isso aqui, pois eu nao posso mostrar provas. Mas conheco estudos clinicos em que pessoas morreram decorrente do tratamento. Mesmo assim a droga foi librada... Se droga liberada tem esse tipo de reacao, imagina as que nao sao aprovadas?

Se fosse a sua mae voce tambem ia querer usar a droga...

Meu pai morreu em casa, vitima de cancer terminal, em 2009. Meus avos, por parte de mae, tambem morreram de cancer. Quando se passa por isso QUALQUER coisa vira esperanca. Eu cri num milagre, mesmo nos ultimos segundos de vida de cada uma dessas pessoas amadas. 

Nao use o desespero dos outros como desculpa pra imprudencia.  

Outros links -

1 - Pesquisador descobre que a fosfoamina cura câncer! Será? aqui
2 - A USP, o câncer, e a "cura" aqui



Links para esta postagem |
8

A saga das banhas (cont)

Posted by Luana on 21:03 in
Em Marcos 12:31 (isso mesmo, na Biblia) esta escrito "(...)Amaras o teu proximo como a ti mesmo (...)". Foi o proprio Jesus quem disse isso, quando lhe perguntaram qual seria o maior de todos os mandamentos. 

Ele sabia exatamente a sinuca de bico que ele estava colocando toda a humanidade... 

Eh facil amar o proximo quando o proximo nao eh tao proximo assim (num ninho de mafagafos, tinha 3 mafagafinhos...). Eh facil amar o refugiado Sirio, se compadecer com sua dor, querer ajudar. Eh facil amar a crianca que passa fome, ou o velhinho esquecido num asilo. 

Ta... Pera... Quando eu digo "facil" quero dizer que, em geral, as pessoas simpatizam com essas dores. Tambem gosto de pensar que as pessoas que leem esse blog sao almas iluminadas e evoluidas, que se sentem como eu, quando veem essas dores do mundo...

A foto de uma crianca desnutrida, de uma familia num barquinho no meio do Mediterraneo eh fonte de compaixao. Nao conhecemos aquelas pessoas. Nao sabemos se sao "boas" (e vai com aspas mesmo, porque como definir uma coisa dessas?), se sao honestas, se sao "merecedoras" (aspas de novo, porque merecimento eh outra coisa dificil de definir) de ajuda. Nos apenas nos compadecemos com a dor deles e nos colocamos no lugar delas: "podia ser comigo. Podia ser meu filho". 

Nesse caso eh facil amar o proximo, porque voce nao esta necessariamente convivendo com ele...

Agora... Meus amigos... Jesus sabia que o bicho ia pegar quando o "proximo" viesse com nome e endereco... 

Vamos ilustras com causos banais do meu dia a dia? Bora, entao....

Caso 1 - A peituda do Crossfit

Lembram que eu contei da minha implicancia com a menina que nao acha pertinente usar soutien quando faz exercicios fisicos? A Pamela Anderson me irritou tanto que eu demorei uma semana pra finalmente mudar de modulo.

A guria nao me fez nada diretamente (nao que fosse justificar toda essa implicancia, se eh pra amar o proximo, eh pra amar o proximo, FIM)... Ela mal fala "oi".... Mas a mera existencia dela na mesma academia me incomoda. Me incomoda tanto que, no primeiro dia de aula no modulo novo, eu fui na aula mais tarde pra nao ter que encontrar com ela...

Dai Deus vem e PAH na minha cara... Quem resolveu ir no mesmo horario NAQUELE dia? Pamela Anderson!! 

Nao so foi no mesmo horario, como ficou perto de mim num momento crucial em que o treinador formava duplas para um excercicio que consistia em ENCOSTAR no coleguinha... Adivinha em qual dupla eu entrei? RAH! Eike alegria... Era como se eu pudesse ouvir uma vozinha dentro da minha cabeca dizendo assim: "vai la, ama o proximo agora!" 

Nao so tive que passar longos minutos fazendo exercicio perto da Pamela Anderson, como ainda tive que segurar os tornozelos dela para que ela desse pulinhos bem na minha frente... Que morte horrivel! Como eh dificil seguir um UNICO mandamento, cara... 

Caso 2 - o nanico do Crossfit

Bom... O novo modulo do Crossfit eh muito, mas muito mais dificil que o outro em que eu estava. Eu ja penava naquele, nesse agora tem sido uma sucessao de humilhacoes... Na minha primeira aula - alem de ter que conviver com Pamela Anderson - eu ainda passei varias vergonhas por ver todo mundo fazendo os exercicios e eu NAO. 

Soma-se a isso que o treinador daquele dia foi um cara com quem eu nao simpatizei... A vozinha tava la de novo: "Round 2, FIGHT!! Quero ver voce amar esse ai!"

Eu nao sou tao fluente em Holandes assim... Entao quando o cara comecou a explicar os exercicios eu me desesperei.. Eu nao entendia UMA palavra... NADA... Cara, que lingua ele estava falando? Tem essa gracinha aqui na Belgica, que toda cidadezinha tem um dialeto diferente... Eh como se em Campinas (SP) falasse uma coisa, em Valinhos outra, em Barao Geraldo outra... Serio, eh uma delicia, porque voce nao vai conseguir se comunicar NUNCA! Enfim... Eu nao entendi bulhufas e fiquei perdidona... Fui falar com ele, expliquei que meu holandes era ruim e pedi pra ele repetir a tarefa (haha... tarefa, to na quinta serie, ne?) novamente... Ele explicou em ingles... E EU NAO ENTENDI!!! 

Amiguinhos... Se tem uma coisa que eu acho que faco bem eh falar/entender ingles... Entao aquilo foi muito frustrante...

Alem disse, o cara nao foi assim muito simpatico. Como a comunicacao ficou dificil ele comecou a me tratar como uma retardada. Eh o tipico comportamento dos zoropeus de que gente de fora eh burro...

Entao pensem... Eu nao tenho forca pra fazer os exercicios direito, eu estava encostando na Pamela Anderson e pra ajudar o treinador (carinhosamente apelidado por mim de "nanico") estava me tratando mal... Quase sentei e chorei, porque eu sou adulta pacas...

Ta dificil amar o proximo assim, Jesus, como faz?

Caso 3 - o nanico-gago do Crossfit

Depois dessa experiencia maravilhosa de proximidade com outros seres humanos eu pensei em desistir de fazer Crossfit... Contudo, como eu me conheco e sei que eu ia arrumar alguma desculpas dessas, tratei logo de pagar varios meses com antecedencia.. Entao, eu ia parar o Crossfit, ficar gorda e perder uma grana...

Dai, eu usei da minha grande sabedoria e resolvi "amar o proximo" pelo metodo mais facil (e hipocrita) que eh: evitando... Olha que bacana? Voce nao suporta uma pessoa, dai voce evita ter qualquer contato com ela, pra depois poder dizer "eu amo fulano!"... 

Na proxima aula eu fui num horario bem mais cedo... Da pra ver as reservas pela internet e percebi que seriamos apenas 5 pessoas - no lugar das 30 do outro dia - e eu ja gostei...Menos gente, fica mais facil de amar, ne? =D

Cheguei na aula e dei de cara com o nanico... Gelei! Contudo, ele nao daria aquela aula... No lugar foi um cara que eu nunca tinha visto na vida... Um sujeito todo zen, da paz, ostentando belissimas barba e cabelo do melhor estilo Lumberjack (que estava meio destoado ali do proposito de uma academia, mas enfim). Quando eu cheguei ele ja veio conversar comigo: "Oi Luana, tudo bom?" e eu pensei "meu Deus, quem eh esse cara? como ele sabe meu nome?"

Bom... A aula foi uma delicia! Eramos 6 5 (hehe) pessoas bem de boas, cada um num canto, fazendo o que tinhamos que fazer... O Buda-Lumberjack foi fofo e atencioso com todo mundo. Cada vez que alguem tinha dificuldade ele dava a maior forca, dizendo que era assim mesmo coisa e tals.. 

Sai de la me sentindo felizona! A Pamela Anderson nao estava, o Nanico nao me deu aula, eu nao passei vergonha e o treinador foi otimo! 

Que que eu fiz no dia seguinte? FUI NO MESMO HORARIO!!! Olha como eu sou esperta?

Mas dai... HAHAHAHAHHAHAHA... Logico que eu ia me ferrar, ne?  Novamente tinham apenas 5 pessoas na aula... So que eram provavelmente as 4 campeas de levantamento de peso das ultimas Olimpiadas, e eu... Fora isso, quem deu a aula? O Nanico! Nanico que deve ser gago, porque novamente eu nao consegui entender quase nada do que ele disse (e eu percebi que ele repete umas silabas varias vezes, entao realmente deve ser algum problema de diccao). 

Deixa eu tentar explicar aqui, com desenhos ilustrativos, o nivel da minha humilhacao..

Tem um exercicio pra barriga que consiste em voce levantar pernas e bracos ao mesmo tempo, freneticamente... Assim:



Se voce eh como eu e tem o centro de massa deslocado para as regioes abaixo da barriga, voce vai tentar levantar as pernas (que no meu caso possuem mais de 1 metro) e quando voce tentar levantar os bracos sera lancada pra frente... RIDICULO! Todo mundo fazendo certinho e eu la, destrambelhada... 

Dai tinha outro que nem tinha relacao com forca, mas com equilibrio... BEEEHHHH!! Eu nao conseguia me equilibrar numa perna so.. Nao sou o Saci, nao consigo... Todas conseguem, menos eu...

Dai o nanico-gago, no lugar de dizer que tudo ia ficar bem e me dar um pedaco de bolo, naaaao, disse que eu nao ia conseguir fazer os exercicios e que ele ia me passar coisas bem mais faceis. Ainda disse que no dia seguinte eu teria muitas dores - e eu vi um sorrisinho de prazer quando ele falou isso...

Ai cara... A minha tentativa de amar o proximo foi pro saco.... Eu fiz o resto da sessao com muito odio no coracao... Desejando coisas horrivel pro cara e me sentindo super mal por causa disso... Mal por nao conseguir levantar peso direito - meus bracinhos nao aguentam! -, mal por nao acompanhar os coleguinhas, mal pelas coisas que o cara disse, mal por desejar que ele desse com a cara no chao... 

-------

Entao... No jogo da vida em que a gente deveria conseguir avancar casinhas, eu estou voltando... E devo ter parado num daqueles "fique 10 rodadas sem jogar". 

Eh dureza, meus amigos... Muito mais facil ajudar refugiado, gatinhos abandonados, mandar ajuda pros Medicos Sem Fronteira... 

Bom... Continuarei na minha saga, ate que eu aprenda... 

Nao posso deixar passar a chance de compartilhar com voces esse link, em que voces podem ajudar o proximo-nao-tao-proximo.... Bora la!

Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:31
Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:3(...)"

Links para esta postagem |
8

Volta ao mundo em 23 dias [5]

Posted by Luana on 10:16 in ,
Entao, chegamos ao norte da ilha de Zanzibar dentro de um Dala-Dala, nos perdemos e finalmente encontramos nosso hotel. Eu e maridon somos um casal de cagoes pessoas organizadas, entao nosso hotel estava reservado fazia 3 meses. Voce ta afim de ficar sem hotel em Zanzibar? Entao...

Chegamos ao nosso hotel e alguem nos disse para esperar no restaurante do lugar, enquanto nossa reserva era checada. Gente, era um lugar com uns 6 ou 7  bangalôs, entao quando comecaram a demorar pra dar alguma resposta comecamos a achar que a tinha alguma coisa de muito errada.  

Foi quando apareceu o EspertusFalsyantis... Voces conhecem o tipo. Eh aquele tipo de mutante que aparece em toda familia/grupo de amigo/trabalho. O cara (que pode ser uma mina) que pensa que todo mundo eh tonto, menos ele. O sujeito que acha que qualquer explicacao eh valida. Esse tipo ocorre em todas as crencas, etnias, paises, generos, orientacao sexual, gosto musical, time de futebol. Eh como os caras do Sense8, espalhados pelo mundo, mas conectados pela malemolência e cara de pau peculiar da especie. 

O cara chegou nos dando uma bronca. 

- Tem um problema aqui, voces nao viram que a sua reserva foi cancelada? Nos mandamos um e-mail (cabecinha movendo-se de um lado para o outro, mostrando descontentamento com o nosso aparente erro) 

O Maridon, que eh uma pessoa mais cagona organizada do que eu, tinha impresso e-mails trocados com o hotel, um deles de uma semana anterior, em que ele ofereciam alguem para nos buscar em Stone Town (a um preco bem salgado, obviamente). Comecou uma discussao, claro...

Dai, quando o EspertusFalsyantis viu que esse papinho de colocar a culpa nos hospedes nao ia funcionar resolver culpar o Booking.com, onde tinhamos feito a reserva. Ele comecou, muito indignado a falar:

- Veja so, o Booking sempre faz isso conosco. Nos temos apenas 6 quartos e estamos lotados, nao tem lugar pra voces. A culpa eh do Booking, nos fizemos tudo certo. Mas nao se preocupem, eu levo voces ao hotel mais proximo (olhinhos brilhando de felicidade por ter uma "solucao" pro nosso problema)

So que isso nao faz o menor sentido, ja que quem oferece vagas no Booking eh o proprio hotel. Sao eles que indicam quantos quartos existem e se estao lotados ou nao. Insistimos que eles tinham inclusive nos oferecido buscar na capital. Era claro que o que tinha acontecido era outra coisa. Algum turista deve ter oferecido mais, ou reservado por mais tempo, e eles por pura falta de etica, resolveram nos chutar. Olhando no TripAdvisor quando voltamos de viagem vimos que naquele periodo a mesma coisa tinha acontecido com outras pessoas. Falta de carater pura! Alias, em outro caso, eles ofereceram um lugar provisorio para dormir, que consistia num quarto sem porta, onde ratos passeavam a noite... EIKE DELICIA!

Bom, nao adiantava muito brigar. Depois de tudo isso quem nao queria mais ficar la eramos nos. O cara ainda insistiu que ia nos levar ao hotel mais proximo, como se isso fosse uma puta ajuda! Ele ia pagar o hotel? NAO! Ele ia ver se tinha vaga em outro hotel? NAO! Ele ia apenas nos deixar na porta de outro hotel e ficar por isso mesmo... FEADAPUTA! Pra quem chegou nesse post por querer viajar pra Zanzibar/Nungwi, NAO FIQUEM NO Ras Kajibange.

Saimos bem emputecidos de la, carregando as malas... Felizmente, andando pela praia, descobrimos varios hoteis. Como estamos bem de saco cheio entramos no primeiro... Era apenas o Hilton... HAHAHAHAHAHHAHA...

Entramos pela praia, e logo veio um seguranca nos abordar. Ele foi super simpatico, mas ficou logo bem claro que nao era todo mundo que podia entrar ali, a praia era privada. Pedimos para ir ate a recepcao pra ver se tinha lugar. Era alta temporada, varios lugares ja estavam lotados quando fomos fazer nossas reservas, 3 meses antes. Contudo o Hilton eh um hotel mais caro, entao ainda tinham vagas. A pobre da mulher da recepcao teve que me ouvir reclamar do tratamento que tinhamos tido do outro hotel. A mulher tinha culpa? NAO! Mas quando a gente (eu) esta revoltado pegamos o primeiro pra cristo, nao eh? Enquanto faziamos check-in num hotel que era varias vezes mais caro do que iamos pagar no outro (eike alegria!) eu fui ligar pro Booking, pra cancelar nossa reserva no outro hotel. Isso porque o outro hotel poderia simplesmente cobrar as diarias do nosso cartao de credito. Tente ligar, do seu celular belga, do norte de Zanzibar, para a central do Booking na Inglaterra... Agora tente fazer isso com um celular pre-pago. Pois eh, meus amigos, o maridon eh muquirana e tem um celular bacanao, so que PRE-PAGO!!! Que ano eh hoje?

O meu celular tinha ficado na Belgica, pois achamos que nao iamos precisar de dois e que levar o pre-pago seria uma melhor opcao.... NAO FOI! 

Os creditos morreram em 1 nano-segundo... Dai pedimos pra usar o telefone do hotel. Ja tentaram usar o telefone do hotel para ligar pra central do Booking.com na Inglaterra? Eh o preco de comprar um celular, sabe....

Enfim... Ligamos pro booking, cancelamos nossa reserva nos putos do hotel do lado e fizemos nossa reserva no Hilton, porque somos ricos mongos e nao tinhamos outro lugar pra ficar. Vale dizer que dessa confusao toda conseguimos uma boa grana, paga pelo Booking, entao o rombo nao ficou tao feio... 

Ta... Hotel resolvido... Olha a vista do nosso quarto.

Eike lindo!
 Bonito, nao eh? Eu gostei muito... O quarto era grande, agradavel e tinha uma sacadinha que dava pra essa vista. Ali no meio tem uma psicina com um bar, pra voce se refrescar e encher a cara ao mesmo tempo. Uma boa parte dos hospedes estava la num esquema "tudo incluido", comendo e bebendo o dia todo. Nao foi o nosso caso e acredito que fizemos a melhor escolha, porque assim tinhamos liberdade de comer em outros lugares.

A praia era muito bonita, com uma mare muito louca q subia e descia muito em quartao de poucas horas. Nessa foto mesmo esta alta, entao mal da pra ver a praia. Voces podem ver que existe um muro separando o nosso hotel da praia publica, logo descobrimos porque. 

Da pra ver o murinho?
Bom, o lugar era muito legal, mas quando a gente descia o muro pra ir a praia grudava gente. Os caras tentavam vender coisas, oferecer passeios de barco. Coisa muito chata! Voce tinha que descer e ja entrar correndo no mar, porque senao vinha gente falar contigo, um apos o outro... E nao dava pra falar "nao quero, obrigada", porque a pessoa comecava a contar da pobreza, tentar fazer mais barato, falar, falar e falar... Desagradavel, quando voce quer apenas curtir a praia. Andar a beira do mar pra ver o por do sol? Esqueca... 

Tudo isso me incomodou bastante... Incomodou porque eu queria paz e porque de fato sao pessoas pobres tentando ganhar algum dinheiro. Na parte de tras do noss hotel dava pra ver a vila de pescadores, o povo local, e as casinhas muito simples em que eles moram. Nao sei voces, mas eu nao consigo ficar la, deitadona no sol, ignorando gente que vem pedir ajuda porque nao tem o que comer. O abismo entre nos, os hospedes do hotel e a populacao local eh gigantesco. 

Deixa eu colocar outra foto bonita aqui, pra continuar a falar de desigualdade social.


Escrevendo esse post, nessa semana em que um garoto sirio foi encontrado morto as margens de uma praia na Turquia, me fez pensar ainda mais nas coisas que eu vi la na Tanzania. O garoto foi encontrado nas praias de um Resort. De um lado pessoas desfrutando suas ferias, entrando no mar, comendo e bebendo, e do outro pessoas fugindo de uma guerra e perdendo suas vidas por causa disso. Muitos dizem que a justificativa de ter grandes hoteis em lugares paradisiacos como Nungwi (Zanzibar) eh pra melhorar as condicoes de vida da populacao local. Honestamente? Eu nao creio que esse trabalho seja feito de maneira convincente. A populacao local, camareiras, cozinheiros, jardineiros, segurancas, garcons do nosso hotel estao num abismo social muito longe de nos, os hospedes. Eles nao terao acesso a educacao, saneamento, alimentacao, cultura que nos temos. Eles nao terao acesso ao tipo de emprego e remuneracao que nos temos. Eles nao serao vistos como pessoas "de bem" como nos somos vistos. Isso lembra alguma coisa? 

"eu acredito na meritocracia" - SQN
Por mais que eu tentasse evitar, ficava muito claro a diferenca. A distancia entre eles e nos eh tanta que eh dificil nao ve-los com outros olhos. O rapaz que vem tentar vender alguma coisa vira apenas um estorvo, um problema pra quem quer desfrutar das belezas da praia. Todo o fator social, o problema humanitario se perde ali. Eh como nos fazemos no Brasil, quando um mendigo nos pede alguma coisa, ou uma crianca de rua nos aborda. A desumanizacao eh evidente! 

O que eu quero dizer com tudo isso eh que o passeio foi maravilhoso, as praias sao lindas, com agua clara e quente. Dava pra ficar horas dentro do mar - que eh o que eu mais gosto de fazer - e aproveitar pra tomar muita agua de coco e comer frutos do mar (a precos bem acessiveis). So que um tanto da beleza e fascinacao do passeio e do lugar foram ofuscados pela pobreza e desigualdade social que vi ali. Pelo sentimento de impotencia e. sim, de culpa e responsabilidade. 

Tem essa foto que tirei, quando estavamos para entrar num passeio de barco, que eh muito bonita e ao mesmo tempo, muito triste.


E eu termino esse post assim. Nao consigo contar sobre passeios e risadas numa semana com tantas tragedias humanas. Isso eh uma novidade? So aconteceram tragedias ESSA semana? Certamente que nao, elas existem o tempo todo, em todos os lugares do mundo... E enquanto a gente nao eh confrontado com isso, vivemos nossas vidas normalmente, reclamando da Carmen Elektra da academia, ou da comida do restaurante da usina que veio muito salgada. E fazemos piadinhas de coisas bobas e rimos de videos de bebes com gatos... 

Mas dai a realidade do mundo nos da um tapa desses na cara... E meu, o que estamos fazendo com esse planeta? 



Links para esta postagem |
12

E as banhas?

Posted by Luana on 09:52
Calma gente, eu vou terminar de contar a viagem pra Tanzania. Voce sabem que eu me enrolo toda, mas uma hora sai! 

 As banhas vao bem, obrigada... Nesse momento elas estao bem felizes em cima de musculos recem adquiridos.... Eu contei que comecei a fazer Crossfit? Comecei em Junho (oi foi Maio? Acho que foi em Maio). Na primeira vez que fui ja me apaixonei... Eh uma coisa muito sadica e masoquista: voce morre de tanto fazer exercicio, mas sai de la toda felizona.

Na primeira vez que eu fui achei o maximo... Fiz umas coisas la dificeis com umas argolas, tinha que levantar meu proprio peso segurando as tais argolas. Are assim:

daqui

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAAHA LOGICO QUE NAAAAAO!

Era assim:

Olha que roupa super adequada para fazer exercicios, ne? (daqui)
 E dai, nesse exercicio, quanto mais inclinado voce fica, mais esforco faz (ne?) e entao o professor disse que era pra tentar o maximo e eu fiquei Neal do Matrix, toda felizona que conseguia me erguer nesses trecos por longos minutos... No dia seguinte eu nao conseguia esticar os bracos, DE JEITO NENHUM! Fui olhar no Google e tinha um povo falando de rompimento de ligamento, de cirurgia... Gelei... Pensei comigo mesma: "se eu ignorar a dor passa"... Passou, mas demorou uma semana pra eu conseguir mostrar minha face no Crossfit de novo.... 

Na vez seguinte eu fiz algum outro exercicio, que nem me lembro mais, e fiquei mais uma semana sem conseguir voltar, por causa da dor...

Dessas eu conclui que Crossfit tem um rito de iniciacao... Se voce nao romper nenhum ligamento, nao cagar seu joelho, e tiver forca de vontade, voce vai passar um dia na academia + uma semana em casa para se recuperar ate que finalmente voce consegue controlar a dor e vontade de morrer... 

Eu estou super feliz de finalmente conseguir ir 3 vezes por semana... Todo dia eu acordo com uma dor em algum lugar diferente, mas pelo menos agora eu consigo esticar meus membros e andar em linha reta - teve uma vez que eu achei que teria que ligar pro maridon me buscar, porque nao conseguia dirigir....

Eu ainda estou no modo basico.... Voce precisa fortalecer seus musculos antes de entrar no modulo seguinte. Os professores ja me disseram 3 vezes que eu deveria mudar de modulo, mas eu nao o fiz por alguns motivos:

1) A aula eh em holandes e eu me perco as vezes. No modulo mais avancado a coisa eh muito mais frenetica e eh capaz de estar todo mundo correndo la fora, enquanto eu acho que tenho que pegar um peso.... 

2) Eles escrevem a sequencia de exercicio do dia num quadro negro (que eh branco) e as pessoas chegam, leem o que tem que fazer e ja partem pras barras... Eu tenho um problema serissimo de memoria RAM. EU NAO LEMBRO O QUE EH O QUE!!! No modo mais basico eles explicam que "blouskits" eh o exercicio que voce fica de ponta cabeca com os pesos nas pernas e demonstram como eh... Eu vou la e faco o exercicio de boas... Na semana seguinte eu nao lembro o que eh "blouskits" de jeito nenhum! Nao consigo associar o nome ao exercicio, entendem? Maior vergonha, mas eh assim que eu funciono (tambem acontece com nome de pessoas, uma maravilha)

 3) Eu peguei birra de uma coleguinha e nao aguento olhar pra cara dela...

Pois eh, minha gente... Eu sou uma pessoa super evoluida... Pleno 2015 e eu aqui pegando birra com a sujeita que faz crossfit comigo... Nao eh uma aula em que voce precise interagir com as pessoas, mas a existencia dessa pessoa ja me da vontade de dar voadora na cara dela...

Ela comecou um pouco depois de mim. Na primeira aula e fofa veio com um shorts minusculo e uma regatinha SEM SOUTIEN! A menina tem os peitos da Pamela Anderson e vai fazer exercicio sem um minimo de sustentacao.... Resultado? Cada pulinho a menina recriava um episodio de SOS Malibu, com os homi tudo babando... Olha, num guento! 

Certo momento o professor disse, delicadamente, que era pra ela vir vestida de maneira mais apropriada na proxima aula. A songa deu risadinha e disse: "ainnnnn, nao sei onde compra essas roupas, profesooooor, me ajudaaaaainnnnn" e o cara se limitou a dizer que tem um site que vende roupas pra Crossfit... Gente, na C&A do centro de sMol tem roupa pra fazer exercicio, ne? Eh pura vontade de balancar os peitos em publico... A guria tem cara de bosta pra todas as coleguinhas, mas quando chega algum macho ela fica toda simpatica.. NUM GUENTOOOO!!! E eu ouso dizer que ela faz os exercicios errados de proposito, pro professor ir la ajudarm encostar, sabe? 

Entao, quando eu fui chamada para mudar de modulo eu fiquei feliz de nao ter que dividir mais o mesmo espaco com a Carmen Elektra sem Soutien... So que ela tambem foi agraciada com o mesmo upgrade e eu achei que era melhor ficar no meu canto, antes de dar uma voadora na cara dela....

Dessa forma e monga passa toda felizona com os peitos balancantes pro outro grupo e eu fico aqui na minha, no modulo basico... Nao me importo, eu canso e morro da mesma forma... 

So que agora estou num dilema sofridissimo.... Entrou outra songa monga no meu modulo... E a pessoa evoluida aqui ja pegou implicancia de novo... 

A Maureen Maggi ja chegou botando banca... Primeira aula e a linducha achou que tudo era facil. Num dos exercicios tinhamos que usar o peso de 8 kg para os bracos e ela pegou o de 12kg. O professor insistiu que era pra pegar o de 8, porque fariamos muito e ia forcar o braco dela... A guria teimou e disse que dava conta.... NUM GUENTO gente assim, serio... Nem que eu fosse campea olimpica de usar pesos de braco, se o professor manda eu pegar o peso menor, EU PEGO O PESO MENOR! Dai, entao, tinhamos que fazer uma sequencia de exercicios o mais rapido possivel, e contar quantas sequencias conseguiamos fazer em 15 minutos. A fofa estava do meu lado (porque eu devo ter tocado um CD do Calypso durante a crucificacao de Cristo) e no lugar de fazer o numero certo de cada exercicio, ela pulava alguns. Quando terminamos a rodada todo mundo tinha feito em media de 6 ou 7 rodadas e a louca descompensada tinha feito 15.... NUM GUENTO gente que precisa mentir na academia... Ta enganando quem, sabe? Tudo isso pra receber elogio do professor e ficar com graca? Vai cagar, sabe... 

Durante o resto da semana a monga nao apareceu mais... Certeza que deve ter acordado com muita dor (lembram do meu braco que nao estivaca na primeira semana?). BEM FEITO! So que essa semana a idiota ta la de novo, trapaceando nos exercicios.... E eu NUM GUENTO!!!

Estou num dilema... Mudo pro outro modulo e aguento a Carmen Elektra? Fico no modulo com a Maureen Maggi? Ou procuro tratamento psiquiatrico?

Links para esta postagem |
11

Volta ao mundo em 23 dias [4]

Posted by Luana on 16:07 in ,
Finalmente chegamos a Tanzania. Lembrando que eu ja adiantei aqui como foi para passar pela imigracao. Pegamos nossas malas e tinha um rapaz do hotel nos esperando na saida. Alias, aconselho muito que se forem para a Tanzania voces reservem os taxis com antecedencia. Nao tem transporte publico do aeroporto para o centro e se voce chegar la de feliz e tentar pegar um taxi qualquer vai 1) pagar um monte  e 2) ter o risco de ser sequestrado, levado pro meio de uma favela e ter todos os seus pertences roubados (isso tudo com, em alguns casos, violencia). E isso nao eh algo que vimos apenas em relatos nos sites de viagens, sabemos disso por conta de pessoas que ja foram pra la e nos disseram. 

Nosso taxi saiu do aeroporto e a primeira coisa que notamos foi muita escuridao. As luzes nas ruas sao muito fracas, isso quando existem. Nao da pra ver placas de transito, ou marcas nas pistas. Nosso taxi foi andando no meio da muvuca de caminhoes, onibus e carros... Nosso hotel ficava perto do aeroporto, entao nao andamos muito. 

Ja era tarde e mesmo assim as ruas estavam tomadas por gente. Era gente em todo lugar, andando pra cima e pra baixo, atravessando as aveninas cheias de carros. Passamos por dentro de um mercadao... Tinha barraquinha vendendo todo tipo de coisa, de comida a roupa... Cada barraquinha tinha sua luzinha beeeem fraquinha. Tivemos a impressao de que a cidade nao dorme, era muita gente praquele horario. Muita pobreza, esgoto correndo a ceu aberto, bagunca e barulho...

Chegamos ao nosso hotel e fomos jantar pra acordar bem cedo no dia seguinte... Nao tinha como sair do hotel e procurar um restaurante. O hotel ficava no meio de uma favela. Logo descobrimos que o que a gente considerava favela eram na verdade bairros comuns. De qualquer forma nao nos sentimos seguros em sair naquele horario e jantamos no hotel mesmo... 

Os pratos (frango, peixe, carne de boi) vinham acompanhados de batatas fritas ou ugali... Voce sabe o que eh ugali? Eu e maridon nao sabiamos... Entao eu perguntei pra mocinha que nos atendia o que era ugali e ela reagiu assim: 


Certamente ela nao entendeu minha pergunta... Dai fiquei com medo de experimentar algo que faz uma pessoa rir tanto e pedi batatas fritas.

Dia seguinte acordamos cedo para voltar ao aeroporto e pegar um voo pra Zanzibar. Nao, pera, primeiro acordamos MEGA cedo - 5 da manha - com um sujeito aos berros dando bom dia pra Alah. Era a primeira reza do dia e tinha um maravilhoso auto falante NA FRENTE  da nossa janela.

Esgotao e um auto falantes pra berrar pra Alah as 5 da manha
Ta na terra dos outros, tem que respeitar a cultura/religiao local, nao eh? Contudo confesso que deu vontade de descer e avisar o sujeito que ficou berrando "ALAAAAHHHHHUUUUUUAHHHKBAAAAAAAAAHHHHHHH" por 10 minutos que Alah nao era surdo e que provavelmente ele tambem estaria dormindo... 

Bom, pegamos o taxi de volta pro aeroporto e no caminho, com sol, conseguimos ver melhor a paisagem. Passamos pelo mercado, onde varios animais seriam sacrificados para serem vendidos nos acougues. Acougues sem refrigeracao... 


 
Barraquinhas pelas ruas sem asfalto

Quando chegamos ao aeroporto fomos para o terminal de voos domesticos. Pra fazer o check-in entramos numa salinha onde um rapaz pegou o papel com nossa reserva, escreveu algo num ouro papel e nos deu. Eu sinto nao ter guardado, mas aquele papel rascinhado a mao era nosso cartao de embarque.. E o salao de embarque era assim:



Quando era hora de algum voo sair, vinha alguem na porta e berrava o destino... Dai voce apenas seguia. Eu nem vou falar muita coisa sobre isso ser precario, porque no aeroporto de Campinas era mais ou menos assim ate uns anos atras.... 

Uma coisa que notamos era a quantidade de gente atoa. Pessoas com coletes das empresas, mas que ficavam la, andando de um lado pro outro fazendo nada.... Perdidos e confusos. Se voce perguntasse informacao pra qualquer um deles, nenhum ia saber te dizer, mas todos estavam muito ocupados fazendo absolutamente nada... 

Chegou nossa hora de embarcar... E dentro do nosso voo era assim:


 Me senti o Indiana Jones, num voo mega apertado, sem cinto de seguranca - JURO! O nosso piloto ficou com a janela aberta ate comecarmos a voar... HAHAHAHAHAHHAHA... Pode parecer que eu estou criticando a precariedade e simplicidade da coisa, mas eu ADOREI!!! Especialmente porque eu estou aqui viva para contar a historia. 

Nosso voo de meia hora foi ate que tranquilo. Tinhamos essa bela vista para nos entreter.


Chegamos na capital de Zanzibar, "Stone Town". E eis nosso belo aviaozinho visto de fora. 



Uma palavra que ouvimos trocentas vezes durante nossa viagem foi "Karibu", que em Swahili quer dizer "Bem vindo". Nossa primeira experiencia com a palavra foi nesse aeroporto. 


E eu que tenho um cerebro retardado pessei os proximos dias com uma musica dos Pixies rodando em loop infinito na minha mente... O nome da Musica? CARIBOU... A musica nao tem nenhuma vibe de uma ilha paradisiaca com praias lindas... Entao, voces imaginam que a trilha sonora da minha cabeca, comparada aos lugares que vimos, ficou um pouco cagado... Eis a musica pra voces se divertirem tambem.


I live cement
I hate this street
Give dirt to me
I bite lament
This human form
Where I was born
I now repent

Caribou [3x]

Nosso novo taxista estava nos esperando para nos levar ate nosso hotel. Dessa vez as impressoes foram melhores. A cidade tinha predios e casas muito bonitas, a grande maioria muito parecidas com casas de fazenda, ou palacetes antigos do Brasil. 

O chuveiro super estiloso do nosso hotel

Nosso hotel


Construcao tipica do centro de Stone Town
A historia de Zanzibar eh bem diferente da historia da Tanzania. Essa ilha ja foi ate capital de Oman. A cidade de Stone Town tem, atualmentem sua vasta maioria composta por muculmanos, mas no passado teve Portugueses, indianos, ingleses e alemaes.... A arquitetura eh uma mistura de todos esses elementos. 

Chegamos logo cedo, entao saimos para andar. Era um domingo e as ruas estavam lotadas de gente - homens. Foi um saco andar, porque as pessoas nao nos deixavam em paz. Cada hora era um cara diferente oference passeios, ou guia. Segundo eles, a cidade nao era facil de andar, nos nos perderiamos, bla, bla, bla... Isso atrapalhou MUITO o nosso dia, porque nao dava pra parar e ver as coisas, tirar fotos... Juntava gente em cima... Muito desagradavel... 

Acrescento a isso o fato de que os homens me olhavam como um pedaco de bife suculento. Lembram que eu contei como isso era irritante la na Jordania? Em Stone Town foi similar... Eu estava usando jeans larguinho e uma blusa mais larga ainda.... Mesmo assim as pessoas foram extremamente indelicadas... Os homens, quero dizer, porque nao se via mulheres nas ruas. Conseguimos arrumar um lugar pra comer, era Ramadan, lembram? Entao restaurantes e mercados estavam todos fechados. Contudo, achamos esse lugar que vendia comida para turistas... Entramos e eles nos levaram aos fundos, num lugar super escondido, pra ninguem ver. La finalmente experimentei o tal ugali.

A primeira Coca Cola foi me lembro bem agora, nas asas na PanAir

Ugali com peixe e leite de coco

Entrada do restaurante
Ugali eh feito de farinha de milho... Eh uma pamonha branca, meio sem gosto. Ela fica gostosa quando voce mistura com alguma outra coisa, mas assim sem nada foi dureza de comer. O peixe estava muito gostoso (o gatinho fofo que apareceu e que ganhou o rabo do peixe concordou conosco).

O resto do dia tentamos passear pela cidade. Nao nos sentimos inseguros, mas a quantida de gente vindo encher o saco atrapalhou muito... Num certo momento um cara disse pro maridon: "me empresta sua mulher amanha? Ela eh muita coisa pra voce"... Um tremendo Mongol! Cara, serio... Eu tento respeitar a cultura e religiao das pessoas. Mas se a sua religiao faz com que as mulheres sejam escondidas em baixo de um monte de panos e seus homens virem uns tarados nojentos, nao da, sabe... 

Num certo momento encontramos um mercado aberto. Era uma LOUCURA! Foi la que vimos onde as mulheres estavam... Os caras ficam atoa na cidade, enchendo o saco dos turistas, e as mulheres estavam la no mercadao, fazendo compras pra suas familias.... Foi quase impossivel tirar fotos, mas eis aqui algumas. 



Pra conseguir ver as coisas do mercado, a gente teve que entrar no meio de uma multidao de mulheres cobertas de roupas coloridas. Nao dava pra parar, tinha que ir no fluxo... Levei alguns beliscoes das tias e uns empurroes tambem... Entendi logo no comeco que nao dava pra vacilar, tinha que andar naquela multidao freneticamente! Eu queria ter comprado uma dessas roupas coloridas lindas, mas fiquei com koohzice e nao comprei nada... Me arrependo muito... 

Anda daqui, anda dali, achamos o mercado de peixes...


Todos aqueles peixes, expostos, naquele calorao... Um cheiro horrivel... Moscas pra todo lado... Dai, entao, entramos no mercado de carnes...


AIMEUDEUS  que coisa nojentaaaaaaaaaaaaaa. Cara, eu nao sei nem explicar o cheiro... Eram uma tampas de madeira carcomidas, cheias de carnes aos pedacos, muito sangue no chao... Quer convencer algum coleguinha a ser vegetariano? Leve-o ao mercado de carnes de Stone Town... Eu e Maridon passamos o resto da viagem evitando ao maximo comer carne... 

Achei mais algumas fotos com detalhes da arquitetura de Stone Town.


Banho publico, que usado ate recentemente

Bacana, ne?
No final do dia voltanos ao nosso hotel, tomamos banho e saimos pra jantar. Por indicacao do gerente do nosso hotel fomos comer num lugar muito bonitinho. Ja estava escuro, entao muculmanos podem comer novamente... A cidade estava mais vazia do que durante o dia e nao tivemos que nos preocupar com gente enchendo o saco. 

Bacana a decoracao, nao eh?

Caixinha com especiarias

Eu com a cabeca coberta, pra encherem menos o meu saco eo ao fundo a segunda Coca Cola.

A comida lembrava muito a brasileira. Os temperos do feijao, a couve. Muito gostoso

Banana caramelada... hunnnn!!
No dia seguinte fizemos check-out no hotel e voltamos para aquele mercadao do dia anterior. De la saiam os Dala-Dala para o resto da ilha. Apresento-vos os Dala-Dala:

Imagem da internet

 Nos nao conseguimos tirar foto do nosso Dala-Dala... Quando chegamos ao mercado tinham trocentos dala-dalas com trocentas e uma pessoas... Eh uma muvuca sem fim! Gente berrando, tralhas, bichos... As pessoas vao entrando e entrando... No nosso caso, como eramos turistas, o cobrador do dala-dala queria nos cobrar muito mais. Depois de alguma conversa ele nos cobrou "apenas" 50% a mais do que o normal... Ele queria que colocassemos nossas malas na parte de cima do caminhao e nos nos recusamos... Entao, quando eu entrei, fui laaaaaa pra fundo e fiquei abracada na minha mochila, como maridon... Dai foi entrando gente, entrando gente... Quando estava absolutamente lotado o dala-dala comecou a andar...


 SO QUE NAO!!!
Tinha mais gente pra entrar, com mais tralhas e tranqueiras. Sardinha em lata perde praquilo... Nunca senti tanto calor humano, nem mesmo dentro da estacao da Se... Por uma hora e meia o nosso dala-dala andava e parava numas quebradas, descia UMA pessoa e entravam DUAS.. Facam a matematica... Tinha gente saindo por todos os lados... Nosso ponto era o ultimo, veja que emocao...Foi realmente uma pena nao ter conseguido filmar a experiencia, contudo meus membros estavam muito ocupados tentanto bombear sangue... 
Pegar Dala-dala em Zanzibar eh parte da experiencia... Na ilha a seguranca eh muito maior do que na Tanzania, da pra pegar o transporte publico sem ter medo de morrer.. Nao, mentira, o nosso motorista fazia cada curva perigosa que eu realmente achei que ia morrer.... Contudo, pelo jeito o lugar eh seguro o suficiente pra voce pegar transporte publico sem medo de ser assaltado... 
Chegamos no norte da ilha, em Nungwi. Quando saimos do dala-dala consegui tirar uma foto do nosso querido meio de transporte. Ta longe, mas da pra ver...
O lugar era super mega remoto, vila de pescadores... uns casebres bem simples... A gente se perdeu e ficou andando ate achar nosso hotel... Chegando la caiu o maior temporal - o unico durante toda a nossa viagem.. Devia ser sinal dos deuses..

Um tiozinho muito cara de pau nos disse: "voces vieram? Mas a gente avisou que a reserva tinha sido cancelada!"

HAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHHAHAHAHAHAHAH

Olha que legal?!!! 

Aguardem cenas dos proximos capitulos!  



Links para esta postagem |
Web Analytics

Copyright © 2009 Hunfs All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.