38

Bangkok [2]

Posted by Luana on 21:13 in ,

E como foram de natal? Tudo bem? O meu foi bacana, fomos (eu e Maridon) para Bruxelas encontrar uma amiga e "filamos" ceia na casa do chefe dela. Comida boa, bebida boa, conversa boa! 

Mas deixa eu contar a viagem pra Tailândia, senão acontece igual as historias da Jordânia (pra quem não leu, aqui), do ano passado, que ficaram pela metade.

No nosso primeiro dia passeando de fato por Bangkok fomos inicialmente para uma feira ao ar livre, uma especie de mercadão, onde se vende de tudo. De tudo MESMO! Esse lugar se chama Chatuchak e só abre durante os finais de semana. Estima-se que existam 5 mil barraquinhas e cerca de 200 mil visitantes por dia.

Foto tirada de uma das ruelas do mercado.
A grande maioria das pessoas que vimos nesse mercado eram locais, então deu para ter uma ideia de como eh de verdade. Fazia muito, mas muito calor (esqueci de contar no outro post, mas Bangkok eh a capital mais quente do mundo!!) e nada era refrigerado. Nas barraquinhas as comidas eram dispostas sem gelo, sem refrigeração, sem cuidado, sem apresentação, nada. Era tudo bem simples.

Foi pego roubando? Sua foto vai parar nesse mural ai!
Vendia-se de tudo, verduras, arroz (eles comem muito arroz), carnes, pimentas, utensílios domésticos, apetrechos ritualísticos, roupas, sapatos, animais... Na parte dos animais a coisa foi meio tensa. Tinham muitas barraquinhas vendendo bichinhos de estimação, filhotes de gatos e de cachorros. Todos dentro de gaiolas, naquele calor! Visivelmente cansados e tristes. Isso me partiu o coração. Além de gatinhos e cachorrinhos também se vendiam muitos passarinhos coloridos, peixinhos ornamentais, lagartos e outros bichos não domésticos. Certamente fruto de caça predatória, nada regulamentado. E junto deles também vendia-se a comida, como raçoes comuns e bichinhos vivos (ratinhos, insetos) para os lagartos, aranhas e cobras.  

Era proibido tirar foto dos animais, então eu só consegui essa de alguns peixinhos, escondida.
Andamos muito por esse mercado e eu não sei ao certo se vimos tudo. Era muita coisa e as vezes a gente não sabia se já havia passado por algum lugar mais de uma vez. No meio do caminho ganhamos Cola Est de brinde (geladíssima, caiu super bem) e maridon ganhou um tubinho de creme anti acne, sendo que ele nem tem acne! haha

Barraquinha de fruta.
Comemos algumas frutas, vendidas geladas em saquinhos e encontramos umas barraquinhas vendendo guloseimas feitas de inseto. Como eu amarelei la na China resolvi que ia experimentar. 

Oh duvida cruel! Baratas ou grilos?
Ja sei, bicho da seda! Me da 100g, por favor.
Pois eh... Confesso que comi. As opções eram terríveis, uma coisa mais nojenta que a outra. Vimos um tailandês comprar vários insetos e sair comendo bem contente e feliz nunca respeitando o aviso que diz eh proibido fumar, dai pensamos que não podia ser assim tao ruim. 

Bom, Maridon foi o primeiro corajoso a provar. Ele jurou que não tinha nada nojento dentro, que estava sequinho e tinha um tempero, como se fosse um salgadinho. Eu provei e realmente, não tem nada, eh oco por dentro e parece casquinha de camarão. Mas como lidar com a aparência do bicho? Fiquei no primeiro mesmo. 

Uma das inúmeras oferendas a Buda, no meio do mercado.
 ------------------------------------------------------------------------

Depois do mercado fomos em direção ao centro da cidade para conhecer um templo budista famoso. No meio do caminho paramos para visitar um parque (não sei o nome dele) e para almoçar. 

Monge budista tirando uma sonequinha no parque, quem nunca?
O lugar em que comemos era bem mais arrumadinho do que o da noite anterior. Eu pedi um prato com costelinhas e uma Coca Cola. Novamente pagamos bem pouco, acho que deu uns 5 euros para duas pessoas (entrada, prato e bebida). 

As bebidas sempre vinham estupidamente geladas e ainda com copos atolados de gelo.
Quando eu lembrei de tirar a foto ja estava pela metade. Bom!
Tentamos andar do restaurante ate o templo budista, mas igual a China, cada quarteirão la eh medido em muitos quilômetros. Resolvemos pegar um Tuc-Tuc, especie de táxi, sem segurança, sem taxímetro, sem cinto, sem garantias de chegar vivo.

Eu tirei essa foto de dentro do nosso Tuc-tuc, para mostrar outros Tuc-tucs, notem que existe uma placa pedindo para usar cinto de segurança, detalhe que não tinha! hahahaha

O preço a ser pago deve ser combinado antes de entrar. Nosso motorista nos cobrou 300 BAHT (7 euros) por uma viagem de 10 minutos (aqui em Narnia seria bem mais que isso), mas naquele mesmo dia descobrimos que ele tinha nos passado a perna, hunfs. Nossa viagem foi frenética. O tiozinho entrava na frente de ônibus, cortava carros, quase atropelava pedestres. Eu consegui filmar só o comecinho da viagem, porque depois tive que usar as duas mãos para me segurar (hahahaha, serio!). Tentei fazer upload aqui, mas acho que o blogger não permite vídeos tao longos, então fiz pelo youtube.



 
                               ------------------------------------------------------------------------

Finalmente chegamos vivos em frente do templo Wat Pho (o nome oficial eh nada mais, nada menos do que "Wat Phra Chettuphon Wimon Mangkhlaram Ratchaworamahawihan"). Esse templo foi fundado em 1791 d.c. e seu nome eh uma homenagem ao nome do templo na Índia em que acredita-se que Buda tenha vivido. 

Mas qual buda? O Keanu Reeves? 

Ui! Que Buda mais lindo.
O tipo de budismo da Tailândia eh chamado de Theravada, e eh conhecido por ser a mais antiga linhagem do budismo que ainda existe, assemelhando-se ao máximo aos preceitos do budismo original. Eh uma linhagem conservadora, que tenta seguir a risca os ensinamentos de Gautama (ou mais conhecidamente, Sidarta).

Um dos prédios, dentro do templo.

O templo eh um aglomerado de salas e prédios em que pode-se encontrar as mais de mil estatuas de budas. Existem muitas oferendas e eh tudo muito decorado, com muitas cores.

Esse, na verdade, eh um demônio, não um buda. Conhecido como gigante de pedra.
Budas, budas e mais budas.
 
Dentro dessas construções estão as cinzas da família real.

Buda sentado com muitas oferendas e um ventilador, porque nem ele estava aguentando.
Nesse templo encontra-se uma das maiores estatuas de buda deitado que existe no mundo. Ele fica dentro de um prédio em que devemos entrar sem os sapatos (e nos cobrir com mantas, caso estejamos mostrando as pernas, ou os bracos). A imagem tem 15 metros de altura e 43 metros de comprimento. 

Buda deitadão, relax.

Dentro desse templo começou a primeira universidade publica da Tailândia. La os monges ensinavam sobre ciência, literatura e religião. Ate hoje funciona uma escola, para criancas e um curso de medicina tradicional e massagem. 

Monge ensinando crianças.
E... Owinnnn... Gatinhos! Tinham tantos e tantos gatinhos!




Voce ja chegou ate aqui? Parabéns! Post enorme, eu sei! 

Vou deixar para contar a noite e o segundo dia mais pra frente.

Eu escrevi um montão, então deixa um comentário, vai... To carente! Longe de casa ha mais de uma semana, milhas e milhas distante do meu amor e precisando de atenção. hahaha
 

|

38 Comments


que medo desse tuc-tuc.


Oi Lu!

Nossa, que coragem de comer inseto!!! Eu morria de fome, mas não comia, sou muito fresca com comida, HAHAHAHA

Provavelmente você não pode tirar fotos dos bichinhos no mercado porque também deve ser proibida a venda, né? mas, como aqui, ninguém obedece.

O templo é muito bonito, gostei do Buda se refrescando (hehehe) e dos mil gatinhos! Que devem ter uma vida boa, não?

Beijos!


hahahha, pra variar, adorei!
fantástica, ri demais.rs. Medo dos bichos comestíveis, do tuc tuc, do calor, do buda deitadão, hahahaha. Adoro as fotos, as viagens, os "causos", rs. E amei os gatinhos e muitos gatinhos! Demais. E feliz Ano novo, Lu!!! Tudo de melhor sempre em 2013! Beijão, queridona.


Quanta coragem de comer esses insetos hein! Não conseguiria jamais jamais!
Sobre o tuc tuc, deve ter sido divertido mas pena que o cara foi malandro com voces e cobrou a mais.
E esse budão deitado? hahaha, adorei!


Putz, que viagem show!! Conhecer esse templo budista vale por uma encarnação!! Já os aperitivos de insetos...kkkkkk!!! Beijão e adorei o blog!! Feliz 2013!!
Vivi


QUE CORAGEM!!! parabéns por ter conseguido comer o insetinho! e ai cortou meu coração ver os peixinhos e saber que outros animais estavam a venda lá :( mas é dificil criticar habitos da cultura né? e omg quantos budas! hahahaha mas post muito legal como sempre!

ps.: essas fotos das comidas deles com cara de comida caseira me deixam com água na boca! haha


AUhauahaua fiquei admirada com os ventiladores no Buda auhauahuaa... Nessa feirinha ainda bem que vc não tirou fotos dos animais presos, ia partir meu coração. Não gosto de ver essa judiação com os animais....

Estou adorando a viagem! Ahhh e vc chegou a ver algum tigre por lá?

Kisu!


Ei, deixa seu e-mail lá no blog, faz é tempo que quero conversar contigo sem ser só pelos comentários e nunca lembro de pedir o e-mail! Ou então me manda um pra jogueiprouniverso@hotmail.com

Sim, tô adorando saber da viagem. Gostei do Buda deitadão e dos gatitos e até encararia o tuc tuc, mas essa historia de comer inseto não é comigo não!

Beijo!


Viagem super aventuresca... mas a unica coisa que eu consigo pensar è "A Luana comeu bicho!" hehehe
Mas acho que eu tambem experimentaria, por curiosidade... mas acho que ia de grilinnho ao inves de bicho da seda!


Oi Lu. Fotos e histórias maravilhosas como sempre hein!

Entonces, essa semana, no meu repouso, pensei em você duas vezes! A primeira, vendo "Prometheus". Lembrei do seu post anterior e na sopa com a baba do seu chefe... Já viu o filme? Se viu, vai entender o que eu digo!
se não viu, eu te mostro um link onde poderá assistí-lo on-line.

O outro foi vendo Forrest Gump e na hora que a mulher lá pensa em se suicidar, começa a tocar free bird e lembrei que você havia dito que essa música toca no filme. Num é que você estava certa?!!!
Beijos


É, eu pularia o salgadinho de inseto. No tuc-tuc eu até iria, mas depois de visitar o templo budista, porque eu pediria proteçãp antes. O que eu fiquei pensando é, se Salvador faz um calor infernal, imagina em Bangkok...

Ps: Passei por uma com um chinês em orlando que lembrei muito de você, vou lembrar de postar mais pra frente...


Eu li até o final! \o

Adorei o post e adoro ler sobre os templos! INcrível!

Afinal...vc comeu a baratinha ou o que? Grilo? ahuhauhauhua, eca! Não consigo! Nem fechando o olho.


Embarco dia 7....fechei uma mala(a maior) já....e postei a divisão de coisas em cada mala no meu blog. Gostaria que vc desse uma espiada e opinasse, pode ser???

beijosssss
Bom Ano Novo!
=)


Ahhhh obg!!!!!

Então, eu to indo pra uma cidade com 10 mil habitantes...a desesperada aqui ficou com medo de não encontrar da Intimus Gel (só posso usar ele...o resto fico pior que bunda de neném assada!) ai fiz estoque! ahhahahahahahahahhahahahahahah


Se eu pudesse levaria minha casa inteira! Mas acho que to bem controlada viu! rsrsrsrs.

bjss


Sério que vc comeu? Tipo, sério mesmo?
Sou doida pra ir pra Ásia, mas meu porém é esse meu estômago fresco que não dá conta nem de carne de porco. E eu sou mais fresca ainda, como com os olhos, ou seja, não ia nem chegar perto dessas barraquinhas com snack bichos!

Agora o tuc tuc, aventura pura. hahahahahah


Eu adorei o teu desprendimento em provar os insetos!Mesmo tendo ficado no primeiro..hehehe..eu atacaria as baratas!!!!!(só que não!)
E me conta das vestimentas locais?Não compraste nada daqueles tecidos maravilhosos?


Coitados dos peixes! Não deviam chegar vivos ao fim do dia!!! Eu não era mesmo capaz de provar os insetos... Mas deve ter sido uma experiência unica =)


Só quero saber uma coisa: CADÊ O VÍDEO MOSTRANDO VOCÊ DEGUSTANDO O INSETINHO???

Tem lugares lindos ai. Nunca pensei em visitar, mas agora até deu vontade...


KKKKK, concordo com o recado de cima, deveria ter o video de vc degustando hahahaha

Já levei um susto em uma loja de antiguidade de Sampa, tinha um Buda ENORME bem na entrada, com o braço direito estendido (igual da foto), quase derrubei a escultura haha


Deixa de ser esganada e tira foto do prato - completo, direito e bem feito - ANTES de começar a comer.
Falta de modos, euz ein! Num pensa na gente que vai ficar babando no teclado assim... por conta de um prato pela metade?


Salve, Luana!! Sua mensagem valeu meu dia! Que maravilha saber que pode existir um alívio para a dor da minha amiga Aline. Acho que vale tentar tudo! Voce pode passar os detalhes do tratamento pra ela, please? O email é linibarros_3@hotmail.com. Se puder, mande com cópia pra mim, por favor: ernanial@hotmail.com. Ela não tem usado computador... Quando receber o email, eu ligo e peço pra ela te responder. Desculpe não ler o post da Tailândia agora... fiquei muito feliz e não consigo me concentrar.
Ótimo ano pra vc! Beijos e obrigado!!


Seguindo seus passos na Tailândia. Não sei se teria experimentado o inseto...
Querida um 2013 cheio de realizações e muita luz.
beijos
Jussara


PS: A Inaie te entregou! Acho que vc andou comentando em outros blogs e eu levei a culpa por não ter respondido... hehe. Juro que nunca te vi por lá (ou, se vi, com certeza respondi). Tira essa imagem de mal educado de mim... ;)


da so um pouquinho de aflicao essa foto cheeeeia dos bichinhos pra comer.... so um pouquinho...


da so um pouquinho de aflicao essa foto cheeeeia dos bichinhos pra comer.... so um pouquinho...


Adorei o post, Luana. Eu JAMAIS comeria insetos hahaha. Apesar de amar camarão, vamos combinar que crustáceos são tão feios quanto insetos rs, mas não dá.
O templo é lindo! Amei as fotos!
E que gatinhos fofos. Fico parecendo maluca quando vejo na rua, faço carinho, falo igual idiota e as pessoas olham achando esquisito, mas não tô nem aí rs.

Feliz ano novo! Tudo de bom! :)
Beijos.


Quem viu o gatinho???
Feliz ano novo para você!!!


Juliana - deu medo sim, mas foi divertido!

Fe - Eu acho que os gatos sao relativamente bem cuidados. Na verdade vi alguns sem rabo, dai nao sei se era por acidente ou sei la. Mas eles nao eram super magros, nem pareciam doentes.
Quanto aos bichinhos do mercado, não sei se eh proibido comercializar, mas se for não tem a menor fiscalização.
E eu comi o bicho da seda só pra poder falar pras pessoas que eu comi e que não como mais! haha

Quel - feliz 2013 pra voce também querida! Quem sabe esse ano a gente não se vê de novo na casa da Tia Nice?

Grazi - não foram insetoS, foi UM inseto! =)

vivi - obrigada pela visita, Vivi! Feliz 2013 pra você também


Nicole - Voce nao faz ideia de como alguns animais estavam dispostos, todos apertadinhos dentro de gaiolas... =(
E as comidas? Estavam muito boas!

Bah - Nao vi tigre nenhum, Bah, nem sei se tem lugar pra ver. Eu nao fui procurar.

Georgia - Ja te mandei um e-mail. =)

Gisa - O grilo tem patinhas e eu tenho aflição das patinhas, ja o bicho da seda eh retinho, sem patinhas, por isso a escolha. =)


Olivia - Eu vi prometheus sim, voce gostou? eu nao gostei muito nao.
Ra! Te falei que tocava Free Bird no Forrest. =)

Lorna - Virge, voce tem um causo pra contar com um chines? conta!!!

Jeh - Eu nao comi baratinha, nem grilo, nem nada com patinhas... eu provei o bicho da seda. E foi um so.

FN - Serio! Gente, ta todo mundo tao chocado! hahahaha

Madi - Vou fazer um post mais pra frente pra falar de roupas, Madi, guenta ai! =)

Catia - eu pensei a mesma coisa, eles deviam morrer todos ate o final do dia, ainda mais com aquele calor!


Lidia - video com a minha carinha linda vai ficar pra próxima. =)

Nathalia - eu não teria uma estatua de buda gigante na minha casa não.. haha

Geiza - Eu estava com MUITA fome.

Jussara - ow gente, era apenas um insetinho! =)

Mr. Lemos - A Inaie eh uma querida

Di - imagina! delicia (so que nao)

Nadia - Eu concordo com você, frutos do mar são feios, mas a gente se acostuma desde cedo, ne? Inseto realmente eh nojento.

Milena - Como assim quem viu o gatinho?


Primeira coisa que eu pensei: calor e comida sem refrigeração? ai, eu muito ia morrer de fome por lá.
E depois eu cheguei na parte da barraquinha dos insetos O.o Luana, você é MUITO corajosa!!! Eu passaria pela barraquinha de olhos fechados, afe! Quero seu autógrafo!
Muito legal esse mercado, e eu adorei os tuc-tucs! Mas é muito aberto, mesmo, imagina se não segurar? E que templo lindo! Adorei tudo (menos os insetos salgadinhos, hahaha)!!!
Beijo!


Luana! tudo bem?

Muito legal mesmo, maaaaaaaaaas nunca minha nêga eu colocaria um inseto ou qualquer coisa rastejante gosmenta ululante na minha boca!

Estava pensando se tem bastante gato espalhado isso significa que eles não comem os coitados, ainda bem!
Outra perguntinha... como vcs se comunicavam nessa feira? porque tenho quase certeza que poucos falavam um idioma ocidental já que a feira é pop!
Beijos e Feliz Ano Novo!


Que legal seu passeio, Luana! Viajar é bom demais, fiquei 25 dias em Estocolmo, fiz duas vezes cruzeiro para a Finlândia e foi tudo maravilhoso, só me lasquei justamente com uma refeição tailandesa, fui parar no hospital e uma conta de 2.000 coroas rsrs.


Que legal seu passeio, Luana! Viajar é bom demais, fiquei 25 dias em Estocolmo, fiz duas vezes cruzeiro para a Finlândia e foi tudo maravilhoso, só me lasquei justamente com uma refeição tailandesa, fui parar no hospital e uma conta de 2.000 coroas rsrs.


Olá! Adorei o post. Confesso que viajo quando as pessoas contam diversas aventuras em qualquer lugar que seja.
To boba com a economia desse lugar. Tudo muito baratinho...
E essas comidas estranhas??? Será que eu conseguiria experimentar??? kkkkkk...
Beijos!!!


Lu, que doideira! De todo o post o que mais me chocou foi a questão de você ter comido um dos insetos! Muita, mas muita coragem. Sabe que na verdade eu tenho um desejo esquisito, queria um dia comer uma barata, pra ver se perco meu medo delas... faz sentido? Hahaha!

No mais, adorei essa tua viagem. Tailândia me soa exótica demais, mas espero um dia poder aparecer por lá também.

Beijos!


Oies, eu sempre vejo falar (essa é boa, eu ouço tá, mas vejo as pessoas mexerem a boca) sobre esse tal de Buda deitado, mas nunca entendia bem como era isso, tipo, deitado mesmo??! Mas pq?!? O certo não é o Buda sentadinho e tals?! Mas como eu sou uma completa ignorante no assunto e pouco interessada acabava por não procurar entender (mais pura preguiça, confesso). Viva você que me mostrou que é deitadão mesmo. Agora só me resta entender o pq.
E sobre esse monte de gatinhos soltos pelas ruas, parou pra reparar se no "mercado" não tinha nenhum feito a milanesa?! Melhor não né!
Bjokas


Oies, eu sempre vejo falar (essa é boa, eu ouço tá, mas vejo as pessoas mexerem a boca) sobre esse tal de Buda deitado, mas nunca entendia bem como era isso, tipo, deitado mesmo??! Mas pq?!? O certo não é o Buda sentadinho e tals?! Mas como eu sou uma completa ignorante no assunto e pouco interessada acabava por não procurar entender (mais pura preguiça, confesso). Viva você que me mostrou que é deitadão mesmo. Agora só me resta entender o pq.
E sobre esse monte de gatinhos soltos pelas ruas, parou pra reparar se no "mercado" não tinha nenhum feito a milanesa?! Melhor não né!
Bjokas

Web Analytics

Copyright © 2009 Hunfs All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.