35

Sofia - Bulgaria

Posted by Luana on 16:48 in
Desde quarta feira encontrava-me em Sofia, capital da Bulgária. Fui para o penúltimo congresso/conferencia do ano - o ultimo na verdade eh em Bruxelas, mas sera que conta?

Eu me pergunto porque eu ainda insisto em ir a congressos! Ah, lembrei, não sou eu quem insiste, eh o meu chefe! Mas vamos la...

Se você acha chato a parte em que eu falo sobre a historia da cidade/pais que eu visitei, pule para a linha... ahhh... sei la, ai você! Larga mão de ser preguiçoso!

Palácio Nacional da Cultura
A Bulgária eh um daqueles países com historia longa e população antiga. Ja existiam pessoas la desde da era neolítica e o primeiro império búlgaro começou no seculo VI a.c. Eles foram conquistados pelos romanos, pelos gregos, pelos otomanos (por cinco seculos!), invadidos pela Alemanha (I e II guerra) e depois ficaram sob influencia da união soviética

Catedral Alexander Nevsky
O pais eh composto marjoritariamente por Búlgaros (85%), seguido por uma minoria de turcos e ciganos romenos. Os búlgaros consideram as minorias como inferiores e nao costumam ser muito receptivos a estrangeiros (isso estava escrito num livro para turistas) e, embora o estado seja laico, a maioria da população eh composta por cristãos ortodoxos.      

Os organizadores do congresso nos deram um livrinho com dicas para turistas. Eu achei ótimo! Porque não tinha tido tempo de ver o que era legal para visitar por la. Tinham dicas de onde ir? Tinham! Tinha um mapa? Tinha... Tinha uma sessão falando sobre o crime organizado na Bulgária? Opa, tinha também!

Pensa num medo? Foi isso que esse livrinhos me fez sentir... Eu, pessoa descolada, de São Paulo, fiquei com medo de passear na Bulgária - Zoropa! Quem diria?

No livrinho falava mais ou menos assim:

1) Homossexualismo: se você eh gay, NÃO demonstre! As pessoas daqui não gostam disso e quase não existem bares gays (opa e o povo reclamando do Mahmoud Ahmadinejad, francamente!).

2) Roubos e assaltos: tome cuidado, não fale com estranhos, não ande sozinho, não saia das ruas principais, não troque dinheiro na rua (eh, aqui não tem Euro, tem outra moeda, o Lev)

3) Preços: mesmo em restaurantes os menus em inglês terão preços em torno de 3 vezes mais caros do que para os locais.

4) Prostituição: Se uma menina vier te pedir ajuda, desconfie, eh bem provável que ela seja uma prostituta e tente arrumar um programa (oi? comigo?)

Gente! Como assim?

Eu consegui tirar uma tarde para andar na cidade, eu e um amigo (trabalha comigo e dividimos a mesma sala na usina). Eu estava meio receosa, imagina o elfo-belga? A gente entrava em uma rua mais vazia e ele queria voltar... hahahahaha

A cidade eh interessante, com muita influencia ainda da epoca que eram comunistas. Muitos monumentos no estilo russo, prédios enormes. Achei as ruas muito sujas e os lugares bastante depredados, muita pichação nas paredes e coisas quebradas. Também achei que havia muita poluição visual, com propagandas em todo lugar, principalmente de grandes empresas como McDonalds, Coca Cola. Da a impressão de ser um lugar meio pobre, com transporte publico velho, carros bem velhos pelas ruas, prédios com tinta descascando.

Ônibus circular, bem velhinho, ne
Nao diria que eh um lugar que eu gostaria de voltar, ou indicaria para algum amigo, mas realmente gostei de conhecer mais um pais.

--------------------------------------------------------------------------------------

Esse povo organiza congresso; cobra uma pequena fortuna pela inscrição e na hora do coffee break serve delicias tipicas, bolinhos, salgadinhos, selecao de chas e sucos, além de cafe latte, cappuccino e...

HAHAHAHA

Logico que naaaaaao!

Quer dizer, eh comum que em congressos os coffee breaks sejam razoáveis, mas em Sofia? teve cafe apenas, minha gente... E cafe de garrafa termina! Nem uma bolachinha, NADA! E eu que tinha perdido o cafe da manha no primeiro dia - preferi dormir mais - fui crente que ia comer alguma coisa no coffee break... Hahahahahaha... Entrei bem! So fui comer as 19:00, quando teve a recepção do congresso... Nada de almoço - no primeiro dia a sessão começou as 12:00 e eu aproveitei pra dormir ate as 11:00.

No segundo dia teve o jantar oferecido pelo congresso - oferecido uma ova, a gente que teve que pagar 25 Europas pra participar - e durante a comilança tivemos a apresentação de um grupo de dança tipica búlgara

Eu filmei a primeira dança 

video

Eu filmei a segunda dança:

video
  
Dai quando começou a terceira dança e eu vi que seria mais uma sequencia de gente dando pulinhos, de mãos dadas e gritando "HEI" a cada 5 segundos... Desisti de continuar filmando. 

Eu achei a danca bem legal, bem legal mesmo. Sou uma entusiasta de tradições. Mas eles se apresentaram por mais de uma hora e confesso que cansei. Depois de pular e falar "HEI" ad infinitum o povo ainda resolveu chamar a plateia para participar... Por que, senhor? Eu nao fui, eu nao iria, eu sou dessas estraga prazeres que simplesmente não participa. Na minha mesa existiam mais 5 iguais a mim... Fomos a ÚNICA mesa que não se empolgou a levantar e fazer trenzinho ao som de musica tipica búlgara. Podem me julgar, não ligo! 

Depois teve um Dj que ficou alternando entre musica romantica e musica mais agitada. Tocou Michel telo - hunfs - e o povo todo, ja calibrado pela bebidinha bulgara fraquinha (apenas 40% de teor alcoólico, vejam vocês!), foi requebrar o esqueleto na pista de dançaPreciso dizer que eu nao fui? Eu nao fui... 

Tinha um tiozao, organizador do congresso, que a cada musica lenta chamava uma mocinha jovem diferente pra dançar e, como bom tiozao sem noção, agarrava a pobre com todo amor (se eh que voces me entendem) durante a dança. Quando começou a tocar Ray Charles ("I can't stop loving you") o tiozao, bebum, veio todo sorridente em direção a minha mesa, olhando pra mim

O HORROR! O HORROR! 


Ele notou minha cara de puro desespero, deu meia volta e atacou uma das dançarinas. 

HAHAHAHAHAHAHAHAHA
 ------------------------------------------------------------------------

Pra finalizar, quando estava visitando a catedral da foto ali em cima (Alexander Nevsky) vi que havia uma feirinha em volta, pequena, com quinquilharias antigas. Fui ver, toda inocente e... Era uma feira com produtos nazistas. Logo na primeira barraquinha tinha uma foto ENORME de Hitler e muitas tranqueiras relacionadas ao nazismo. O dono da barraquinha me olhou de um modo tao aterrorizante que eu tratei de sair logo dali, que burra distraída que sou, sai por DENTRO da feira e tive o (des)prazer de ver muitas bandeiras, livros e coisas relacionadas ao assunto, claramente eles eram simpatizantes e claramente eu estava no lugar errado. 

Ta, não tem relação, mas eu achei muito engraçado
 

|

35 Comments


Só vc mesmo... cair no meio de uma feira nazista em Sofia! Tinha isso no folhetinho de alerta "não conheça a Bulgária?". Falha!
Não gostamos de turistas, não gostamos de gays, não gostamos de nada, kkkkkkkk. Trataremos mal quem vier aqui, estão todos avisados. Não reclamem depois, hei!
A boa foi que se livrou do tiozão. Yeah!!!


Uau uma feira com quinquilharias nazistas foi dose, imagino sua sensacao la, eu so de pensar ja fico gelada.
Beijinhos


Acho que, se eu estivesse lá e visse as danças, seria a primeira louca a levantar e arriscar uns passos gritando(a cada 5 segundos) HEY!!!!!
Luana,é sério,tu tens que começar a escrever as tuas memórias em vida...urgente!Vai ser o estouro literário do ano,ficarás rica,minha filha...


Já estava sentindo sua falta, mas valeu esperar pra ler todas as suas aventuras hahaha Eu vi o vídeo mano, os 2 hahaha e fiquei pensando: Luana filmou duas danças iguais??? HAHAHAH Hei! Hei
Hei! hahahahah 1 hora vendo??? hahahahaMas que coisa vc ter ido parar nesta feira, amiga...meeeeda! Agora, adorei foi o guia que elaboraram e o que foi este congresso mais mão de vaca de não servir nem uns biscoitinhos???? Bjs


Via búlgaros na Espanha e não eram pessoas muito simpáticas e agradáveis.

Feirinha nazista? Meodeos!!!


SE a producao fala que o lugar é perigoso ele deve ser mto perigoso!


Murphy te ama mesmo... Ir parar em meio à feirinha nazista! Credo... Se bem que eu ficaria igualmente preocupada com o tiozão dançarino...


Os pais ( ou melhor, os pais deles!) da minha sogra fugiram da Bulgária e vieram para o Brasil há MUITOS anos. Mesmo que o pais não seja lá tão receptivo, acho que também teria interesse em conhecê-lo...


Nunca tive a menor vontade de ir até a Bulgaria, e agora, após ter lido seu post tenho menos ainda! Hehe ...
Interessante o livrinho de turista ser tão informativo em como se manter salvo! Hehe!!

Beijão


Adoro congressos e sempre aproveitava as comilanças... Nesse a principal vantagem seria conhecer a cidade! Mas pior do que o desespero sendo chamada para dançar com o tiozinho, fico imaginando a sua cara quando percebeu d que se tratava na feirinha!!!


Hein Lu, achei interessante esse cuidado em produzir um manualzinho de sobrevivência para os extrangeiros. Evita incidentes, non?
Então, quando li o título do seu post pensei "Mas a capital da Bulgária não é Budapeste? Será que mudou e não fiquei sabendo???". Dai, dei uma googleada e fiquei envergonhada de ver que na verdade era capital da Hungria. Abafa o caso!
Eu costumo fazer distinção entre coisas antigas e velhas. Vou em muito lugares com imóveis e objetos antigos e nem por isso estão velhos ou em mal estado. Não sei se é o caso...
Adorei a história, a foto da igreja me fez sentir uma pontadinha de inveja! Linda!
beijos


Bah, mas que "timing" o seu com a feirinha, hein? Sabe, Sofia está naquela minha "listinha" que eu falei há um tempo atrás. Mas se eu conseguir cumprí-la, vou ficar bem ligada depois da "alta receptividade" do povo da Bulgária. Provavelmente eu seria como o elfo-belga, já que até aqui no Brasil eu já faço isso, hahahaha.
Quando você falou das condições da cidade, pensei "ah, que pena, será que devo tirar da listinha?", mas aí qdo vc falou da feirinha, pensei: NÃO. Vou deixar na listinha só para chegar lá e colocar fogo em todas as barraquinhas da feira. Coisa mais absurda que eu nem acredito que ainda existe simpatizante pra isso, credo.
Ah, e antes que eu esqueça: HEY! (:P)


daí vc pensa: a nossa ilustríssima presidente podia ser descendente de qualquer povo, mas adivinha de qual ela é? hehehe... isso explica tanta coisa!

no ultimo encontrão de física o "coffee break" tb era miserento assim... cafezinho e só!

e parece q se não fossem esses ~detalhes~ (feirinha nazista no domingão, gente?!?! como assim?) o país seria bem interessante...


Luana, livrinho para afastar turistas hein?? Que meda ;) Bjsss


Oi Lu, notou meu estrangeiros com X?
Vergonha novamente! haha


Sempre falo para Ivan que melhor forma de conhecer paises sem gastar $$$ é frequentar seminarios/congressos do doutorado... rsrsr
Acho que vale a pena conhecer novos lugares, mesmo que não sejam "aquela coisa" toda...
beijos e boa semana


kkkkkkkkkkkk

Imaginei sua cara de desespero quando o tiozão se aproximou. Odeio vovô boy´s sem noção.

Adorei!
beijinhos


Depois do seu relato, fiquei com medo de quem sabe um dia visitar a Bulgária :-(. Quem disse que nas zoropa não tem "usmano"? Se liga ai hein mina!! hahaha. Bjs


Socorro, comentei no lugar errado, meu comentário foi parar no facebook, eu acho. Era pra ter saído aqui... Mas, está lá e está valendo.
Não falei que eu ajudo a entropia do Universo?


Com o guia que você recebeu eu tomava o avião de volta e ainda foi parar em feira nazista!!!! risos
Apesar de tudo é sempre bom conhecer lugares diferentes.
bjs
Jussara


AHHAHAAHAH a dancinha foi sensacional. Vc devia muito ter comprado algo na feirinha pq ai quando vc fosse em um show do Motorhead (A MELHOR BANDA DO MUNDO) vc poderia dar de presente para o DEUS Lemmy pq ele é total viciado nessas paradas...ahahahah
Engraçado né como estar fora do ninho muda a gente né, eu andava em São Paulo o tempo todo sozinha, de noite de madrugada e nem ligava, ai eu no Hyde Park toda ligadona com medo de aparecer um trombadinha ahahhhahah

BJS


Luana. Adoro viajar, apesar que sou um pouco crua em relação a outros países. Mas, é sempre bom, ler o que as pessoas sentem quando visitam um país que Vc ainda nunca foi.

Muitas vezes, preferimos aquele relato que pelo modo como falam, nunca iria colocar os pés la. Já em outros.lugares, a vontade de ir até aumenta , quando lemos algo interessante...

Acho que a viagem foi satisfatória por um lado ne? Se fosse eu, talvez seria um lugar que eu não voltaria mais
..

Gostei do seu blog. Da maneira de escrever, dos assuntos postados..


Beijos


Hey! Hey!

Quando vi seu comentário pelo celular, num sábado a noite, imaginei o quanto o congresso estava sendo super legal - só que não. Tentei responder para a gente 'peromenos' bater um papo, mas não funcionou. :/

Mil anos depois, que bom que você já chegou e sem maiores problemas. Essa feirinha aí, de arrepiar viu... sei não.

E ô povo bonequeiro é esse povo daqui quando bebe, nunca vi igual! Imagino o escândalo das meninas no hotel. aff.

Fiquei contente quando você disse que gostava das fotos. Não são boas, mas são uma forma de lembrar dos dias por aqui.

E lá vamos nós para mais uma semana sem internet, :(
Beijo!


Pelas fotos, eu achei a cidade fofinha, mas perdi a vontade de visitar quando li sobre a feirinha nazi. Meio estranho, hein? Agora deu pra entender o pq de o povo não poder demonstrar que é homossexual...

Em relação à preocupação com os crimes na cidade, eu fiquei pensando se não é só pq eles estão acostumados com o ''resto'' europeu, sabe? Tipo, provavelmente deve ser muito mais seguro andar por lá do que pelo subúrbio paulistano MAS, em comparação ao resto da europa, a Bulgária é ''barra pesada''.. mas, não sei.. não conheço, não tenho informações, tô dando um pitaco bem desprovido de fundamentos.. só na base do chutômetro msmo..

Aii, eu adorei as dancinhas. Adoro tradições tbm e total seria dessas que iria lá dançar. HAHAHA. Agora, se o tiozão viesse pra cima, eu fugiria NA HORA pro banheiro. Oh, céus. Como odeio senhores sem noção..


Menina pq vc não foi sacudir o esqueleto na pista? Ta no inferno, então abraça o capeta!


Adorei, imagina um livrinho dizendo para não confiar as mulheres que elas podem querer um programa, bom, os homens iriam gostar!!! Agora imagina um livrinho desses no Brasil, seria "não saia do hotel, não olhe para estranho, saia de colete a prova de balas" hahahha


De vez em quando eu tenho que clicar para seguir seu blog, porque as atualizações deixam de aparecer na minha conta. Valha!

Ri descontroladamente com as últimas postagens do seu blog. É cada coisa que acontece, viu?!
Aquela parte de subir num tamborete pra alcançar o cavalo foi a melhor! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sacanagem essa parte do café. Esse ano eu organizei um evento nacional de engenharia que não cobrava inscrição, nem podia receber patrocínio de empresas privadas (ou seja, a gente quase vendou os órgãos pra arrumar dinheiro) e ainda tinha café da manhã com frutas, bolos, biscoitos, café, etc todos os dias. Não era nenhum banquete, mas dava pra forrar o bucho.


Ah, e eu que sempre li resenhas lindas sobre a Bulgária em sites de turismo? Marido estava doidão pra conhecer, mas eu perdi o interesse, prefiro ficar com o meu sonho americano de arrumar um emprego e ir passar as férias em NYC.
Sempre passo aqui no seu blog pra levantar o meu astral, é bom demais o jeito que você escreve, hahaha.
Mas jurava que o tiozão ia te dar um chega mais apertado na pista de dança...
Beijos!


Tenho muita vontade de conhecer a Bulgária, principalmente pela arquitetura que é tão linda. Mas se recebesse esse livrinho aí eu saía correndo hahaha. O povo não parece ser tão bacana quanto a arquitetura hehe. Caraca, você foi parar numa feira nazista credo hahaha. É, depois de tudo isso, também não voltaria.

Beijo


rapaiz! que viagem inusitada! adorei!!!


AUhauhuaa um congresso pode ser uma armadilha! Eles cobram o olho da cara pra vc tomar apenas um cafezinho de garrafa térmica? Bom, não se pode ter tudo na vida, né? rs

Agora, feirinha hippie de nazistas e o máximo! auhauahua

Kisu!


Ge - Gente, mas quem permite que uma feirinha nazista exista bem em frente a uma igreja? Depois eu que sou louca.. haha

Monique - Olha, eu ate pensei em um plano de fuga... Se alguém chegasse perto eu ia gritar e correr! haahahahaa
imagina?

Madi - jura, Madi? hahahaha... Eu nao consigo, nao da! eu tenho muita vergonha

Eliana - Nao eh tudo igual? hahahahaha... Agora, pensa na pessoa assistindo isso por UMA HORA!!!

Karine - sabe que eu nao conhecia nenhum bulgaro?

Cristiano - Sera? tenho la minhas duvidas... nunca vi isso no Rio, por exemplo

Srta. Forte - eu nao sei qual foi pior, a feira ou o tiozao!

Josiane - Sempre vale pela experiencia, nao eh?

Dani - o livrinho devia chamar: "fique vivo na Bulgaria"

Milena - Eu costumava gostar de congressos, nao mais... Fui a muito que eram ruins... E a comilança? essa eu gosto, mas cade quitutes no coffee break? haha

Olivia - ""Mas a capital da Bulgária não é Budapeste?" - tisc, tisc! hahahaha
Coisas antigas e velhas, pra mim, sao a mesma coisa... E nao eh no sentido ruim das palavras.

Cambaxirra - eu acho que certas coisas deviam ser abolidas para todo o sempre! O Nazismo, o sertanejo universitário e os crocs!

Di - Eu ia falar algo assim no texto, mas povo ia me chamar de preconceituosa... Voce disse tudo o que eu nao tive coragem de dizer!

Aline - pior que nos deram quando ja estávamos la, ne? nao tinha pra onde correr...

Ana - Valer a pena, sempre vale! No minimo rendem uns posts no blog... haha

Lu - Eu ja tinha um bilhão de desculpas para dar pro tiozao se ele viesse!

Sandra - tem "unsmano" mesmo! Ate aqui em Narnia Molhada tem, poucos, mas tem!


Cristiane - Oi Cris! Eu vi o seu comentário no facebook.. =)

Ju - ainda bem que eu vi a feirinha durante o dia, imagina se fosse a noite?

Adriana - Motorheard? No, thanks! To sem fome hoje.. hahaa... Serio, detesto! Ainda mais agora sabendo que o tal do Lemmy curte coisas nazistas.. Quem em sã consciência guarda esse tipo de coisa?
E voce tem toda razao, a gente fica bunda mole depois de mudar pra ca! hahaha

Suzi - Bem vinda! A gente sempre acha coisas positivas e negativas, nao eh? Eu posos dizer, com orgulho, que sobrevivi a uma feira nazista! hahaha

RBP - Logico que as fotos sao boas! voce ja viu as minhas? haha

Natalia - com certeza o livrinho foi feito pros outros elfos daqui da Europa, se fosse pra Brasileiros ia ser "sussa! aqui eh super seguro!!! So nao da muito pinta, ta bee?"

girassol - muita vergonha! Eh muita pagacao de mico, nao consigo!!! hahaha

Dani - ja pensou se no brasil os livrinhos fossem tao diretos? que MEDO!

Liu - oi! nossa, faz tempo, ne? Eu nao recebo atualização de ninguém quase, dai comecei a usar o Google reader, ajuda!
Eu tambem acho que o coffee break nao teve desculpa.. quanto custa uns pacotinhos de bolacha? Ainda mais la, que as coisas eram tao baratas!!!

Chica - Existem resenhas lindas mesmo sobre a Bulgaria, mas nao sao sobre Sofia. Tem umas montanhas MARAVILHOSAS por la, e cidades medievais conservadas, mas sao todas longe de Sofia, pra minha sorte, ne?
Obrigada pelas visitas! =)

Nadia - Eu acho que voltaria, mas pra visitar outros lugares, como as montanhas e a praia, que sao relativamente famosas.. mas Sofia? ai eu acho que nao..

Fulana - essas sao as melhores, ne?

Bah - hahaha.. eu ri com o "feirinha hippie de nazista"!!! ja pensei num cara fazendo pulseirinha, com uma suástica


adorei as fotos, rolei de rir do livrinho de "dicas" e tive que ler varias vezes o primeiro item, pq sei la pq eu li"se você nao é gay... e fiquei imaginando um lugar onde é praticamente obrigatorio ser gay. já pensou???

E a dancinha, o café sem café...tudo engraçadinho. o tiozão...

Mas feirinha de simpatizante nazista? Ora façam me o favior. sou a favor de liberadde de expressão até um certo ponto né. Aí já tá demais pro meu gosto.


Inaie - "Mas feirinha de simpatizante nazista? Ora façam me o favior. sou a favor de liberadde de expressão até um certo ponto né. Aí já tá demais pro meu gosto." isso pra mim nao devia ser tolerado! Igual a KKK, liberdade de expressão my ass!

Web Analytics

Copyright © 2009 Hunfs All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.